Consulta Especializada

Atuo há  14 anos na área de nutrição, com atendimento em consultório para crianças, adultos, gestantes e idosos.

Consulta Especializada

Atuo há  14 anos na área de nutrição, com atendimento em consultório para crianças, adultos, gestantes e idosos.

EMAGRECIMENTO ORTOMOLECULAR

EMAGRECIMENTO ORTOMOLECULAR

As consultas visam promover conscientização e reeducação alimentar.

Após avaliação física-funcional e análise dos exames de sangue, são determinadas as metas e objetivos individuais para que um planejamento alimentar personalizado possa ser definido.

Na ótica ortomolecular o equilíbrio celular depende do nosso estado nutricional. Com o objetivo de promover a saúde e prevenir doenças são indicados, quando necessário, suplementos nutricionais específicos de acordo com o objetivo e meta definidos.

A sugestão de receitas culinárias fáceis e rápidas e a indicação de marcas e fornecedores, facilitarão ainda mais adesão ao plano alimentar.

A cada nova consulta, avaliaremos e redefiniremos novas metas, de acordo com os resultados obtidos.

Com apoio, muita conversa e troca de informações, será mais fácil incorporar os novos hábitos e com isso conquistar mais qualidade de vida.

GESTANTES

GESTANTES

O acompanhamento nutricional durante o pré-natal é fundamental para a detecção de riscos relacionados ao estado nutricional materno-infantil. 

As deficiências de vitamina A, ferro, ácido fólico, iodo e cálcio são as mais prevalentes entre as gestantes podendo comprometer de forma significativa o resultado obstétrico. 

Evidências atuais revelam que o ganho de peso gestacional, mesmo nas fases iniciais da gestação, tem grande impacto nas condições de saúde do bebê, podendo modificar o peso ao nascimento, idade gestacional ao nascimento e aumentar a suscetibilidade às enfermidades crônicas como doenças coronárias, diabetes e hipertensão  na adolescência e fase adulta. 

O acompanhamento nutricional individualizado minimiza desconfortos comuns à gestação como azia, náuseas e constipação.

É importante lembrar que as necessidades nutricionais não se distribuem de maneira homogênea durante os 3 trimestres da gestação. No primeiro trimestre de gestação, as mães serão orientadas quanto ao consumo adequado de ácido fólico, vitaminas do complexo B e ômega 3 que ajudam a prevenir a  má-formação no cérebro e na medula espinhal. 

Já no 2º e 3º trimestre avaliamos se há a necessidade de suplementação extra  já que a demanda por alguns minerais estará aumentada em relação ao primeiro trimestre.  Nesta fase, a   anemia deve ser combatida  e a   suplementação com cálcio iniciada, uma vez que este mineral previne contrações uterinas prematuras, reduzindo o  risco de parto prematuro e pré-eclâmpsia.

Uma alimentação balanceada pode garantir uma gestação mais saudável reduzindo o risco de restrição de crescimento intra-uterino, assim como o risco de desenvolvimento de defeitos congênitos.

NUTRIÇÃO ESPORTIVA

NUTRIÇÃO ESPORTIVA

A alimentação correta é determinante para praticantes de atividade física. O que você ingere antes e depois de treinar  pode favorecer ou desfavorecer a sua busca por resultados, seja na performance esportiva ou na troca da composição corporal.

Estratégias nutricionais acertadas otimizam resultados  e podem  promover muito mais saúde.

A suplementação  deve ser definida com base na individualidade bioquímica de  forma segura e personalizada.

NUTRIÇÃO PEDIÁTRICA

NUTRIÇÃO PEDIÁTRICA

Os primeiros dois anos de vida de uma criança são caracterizados pelo crescimento acelerado, além de enormes aquisições no processo de desenvolvimento, incluindo habilidades motoras para receber, mastigar, e digerir outros alimentos além do leite materno. 

Essas considerações podem ser confirmadas quando observamos que uma criança cresce em média, 25 cm no primeiro ano de vida e 12 cm no segundo ano. 

Associado a esse crescimento físico, a criança vai adquirindo capacidades psicomotoras e neurológicas que podem ser observadas a cada mês. 

A velocidade desse desenvolvimento orgânico reforça a importância da alimentação da criança nessa fase, uma vez que deficiências nutricionais podem não só levar a prejuízos imediatos como a queda das defesas imunológicas e pré-disposição para alergias alimentares, mas também manifestações tardias como retardo do crescimento, atraso escolar e desenvolvimento de doenças crônicas.

Inúmeros estudos  comprovam que o comportamento alimentar é definido na infância, e que  os  hábitos  alimentares consolidados nesta fase  costumam perdurar até a vida adulta.